– – – – – Para fazer parte da minha nova turma do curso de investimentos: http://bit.ly/lista-vip-yout1

Acesse o link para comprar o meu livro: https://amzn.to/2RvykG7

Em 1996, os bancos estavam entrando num processo de downsizing dos seus sistemas. Ou seja, estavam trocando os computadores mainframes, que chegavam a ocupar 2 andares da estrutura do banco, por computadores de mesa.

Com isso, surgiu a necessidade que houvesse alguém para ajudar os bancos a montar esses projetos de downsizing e ajudasse eles a executar esses projetos.

Foi nesse cenário, em São Paulo, que mais uma empresa nascia em solo brasileiro: a senior solution.

Como o seu próprio nome dizia, a empresa nascia com a ideia de ser uma solução, especialmente para o mercado financeiro.

De 2005 a 2010, foram 5 aquisições visando se tornar uma das maiores empresas do país fornecedoras de softwares ao mercado financeiro: NetAge e Pulso, para o setor bancário; Impactools, para o setor de previdência; Intellectual Capital, para o setor de fundos; e Controlbanc, para o serviço de Consulting.

Foi efetivo. A empresa cresceu, gerou economia, se consolidou, e em 2013, seu IPO foi lançado ao mercado. Captaram nada mais do que R$ 39,7 milhões de reais.

Mas… não parou por aí.

De 2013 até hoje, a Sênior Solution adquiriu mais 7 empresas. O que antes era uma empresa de software bancário se tornou muito mais robusta: agora ela havia software para bancos, para previdências, para fundos e para consórcios.

Ela já não era mais aquela Sênior Solution pequena, que nem software próprio tinha. Mudou seu nome para Sinqia, em dezembro de 2018.

A receita da empresa é obtida de algumas formas diferentes:

1) A principal é por meio de subscrições. Ou seja, os clientes pagam um aluguel mensal pelo uso dos softwares que a Sinqia disponibiliza. É, por exemplo, igual a você pagando a sua assinatura da Netflix.

Com softwares, a Sinqia pode ganhar tanto nessa subscrição quanto também na implementação dos softwares na plataforma dos clientes.

Só que, aqui vem um racional que você precisa entender: se a Sinqia ganha dinheiro na subscrição e na implementação, por que a sua receita hoje é explicada, em maior parte, pela subscrição?

Pensa assim: imagina que você é um dos maiores bancos do
Brasil, e tem uma estrutura GIGANTE de operação, em praticamente todos os cantos do país. Imagine que você queira migrar o software que faz suas operações funcionarem… não é de se esperar que o custo seja alto, e que o processo também seja demorado?

É justamente isso que acontece no mercado em que a Sinqia se encontra. O custo de implementação é alto e a operação acaba sendo tão complexa (demora de 6 meses a 2 anos) que você tem uma dificuldade enorme de ganhar Market share e fazer implementações. Pensando nisso, a Sinqia passou a subsidiar os custos das implementações VISANDO ganhar por meio das subscrições.

81,2% da receita líquida da Sinqia é receita recorrente. Com um complemento bem legal que, em 2017, era de 70,6%. Logo, em 1 ano a empresa aumentou praticamente 10 pontos percentuais sua receita recorrente.

Outsourcing, basicamente o que acontece é que um funcionário da Sinqia acaba sendo terceirizado por uma empresa cliente pra trabalhar dentro da empresa cliente. A ideia é que ele possa estar em tempo integral dentro da empresa em questão pra ajudar em casos de algum problema. Isso é muito importante, principalmente porque a Sinqia oferece softwares de “missão crítica”, ou seja, softwares que se der algum pau, a empresa simplesmente para.

Já Consulting, basicamente, é consultoria.

Existem algumas informações financeiras da empresa que você precisa saber:

1) Se você pretende estudar a Sinqia, não faz tanto sentido olhar o lucro líquido. O motivo é simples: como a Sinqia faz muitas aquisições, o lucro líquido acaba sempre sendo “deturpado” pelas aquisições que ela faz. Isso acontece tanto pela integração da Sinqia com a empresa adquirida, como também com uma questão de ágio, porque a diferença entre o PL contábil da empresa adquirida e o valor que a Sinqia efetivamente pagou, a Sinqia consegue amortizar ao longo do tempo (isso impacta lucro, mas não o caixa).

Por isso, ao olhar os resultados, olhe principalmente para o EBITDA e o Lucro de Caixa Ajustado da Sinqia.

2) O free float da empresa está em, mais ou menos, 72%.

3) Em 9 de Julho de 2014, saiu a medida provisória 651. Entre as várias especificações dessa MP, o artigo 16 trata de um benefício fiscal que isenta investidores de ações de algumas empresas do imposto de renda relacionado ao ganho de capital, ou seja, se o investidor dessas empresas comprasse ações delas a R$ 10 e vendessem a R$ 20, esse ganho de capital é isento de imposto de renda.

Esse benefício começou a partir da criação da MP e vai até 31 de dezembro de 2023, e a Sinqia está dentro desse benefício.

Author

Write A Comment