Tag

coisas que eu fazia errado

Browsing

Clique aqui para entrar na lista VIP do meu curso de investimentos: https://goo.gl/KpLg7d

1. Se manter fora da zona de conforto

Diz ai primo: qual a primeira coisa que você pensa em fazer assim que conseguir a sua independência financeira?

Tenho certeza que a resposta de muitos de vocês foi: eu penso em parar de trabalhar.

A realidade é que a independência financeira é boa, mas com ela existe uma chance maior de nós acabarmos nos acomodando. Ou seja: nós paramos de fazer algumas coisas, como propriamente trabalhar, porque já estamos numa posição confortável, porque essa se tornou a nossa zona de conforto.

Só que a vida é como se fosse uma escada rolante ao contrário: se a gente para de tentar subir, a vida vai nos puxando pra trás de novo.

E não é que você tem que fazer tudo o que costumava fazer, não. Uma das coisas boas de alcançarmos a independência financeira é que nós temos a liberdade de dizer não pra várias coisas, e isso nem sempre acontece quando temos pouco dinheiro. Agora, essa liberdade de dizer “não” não pode se tornar na presunção de achar que podemos dizer não pra tudo. Se fazemos isso, nós paramos no tempo, e a vida não perdoa quem para no tempo: ela vai nos puxar pra trás, e seremos obrigados a conquistar tudo de novo.

Por isso, se quisermos alcançarmos a independência financeira e continuarmos sendo independentes, nós temos que evitar o máximo possível cair na zona de conforto. Mesmo que pareça tentadora, ela é um dos nossos principais inimigos, inclusive para a nossa sanidade mental.

2. Limite de gastos mensal

Uma outra coisa MUITO inteligente a ser feita é, justamente, limitar os nossos gastos mensais.

Isso é importante porque, conforme o nosso patrimônio cresce, a sensação de que temos poder aquisitivo, obviamente, aumenta. E quando isso acontece, essa sensação pode fazer com que nós simplesmente tenhamos mais gastos do que nós poderíamos ter efetivamente.

É a síndrome da etiqueta de supermercado: já perceberam que as pessoas que geralmente não se preocupam muito com o seu dinheiro pegam as coisas do supermercado sem olhar a etiqueta do preço?

3. Próprio imóvel

Talvez isso soe estranho pra vocês. “Um educador financeiro falando que comprar o próprio imóvel é um bom negócio???”

Mas sim. E tem um racional pra isso.

4. Cuidar você mesmo do seu próprio dinheiro

Ainda falando de comodidade, uma das “facetas” que mostram uma comodidade que aparece quando ficamos ricos é quando nós decidimos por escolher deixar o nosso patrimônio nas mãos de um terceiro.

Isso acontece, muitas vezes, porque o paradigma das coisas mudam: até no banco, que costuma oferecer opções duvidosas pro pequeno investidor, você tem acesso ao segmento “private” do banco, que tende a fornecer um serviço mais justo pra você e pro seu dinheiro.

Acontece que existe uma frase que é lei no mundo das finanças: ninguém vai cuidar melhor do seu dinheiro do que você.

5. Indexar uma parte do seu patrimônio em dólar

Querendo ou não, se tivessemos que nomear uma moeda mundial, ela provavelmente seria o dólar. Muitas coisas, até mesmo indiretamente, são trocadas tendo base no valor do dólar.

Agora, além disso, temos ainda outras 3 coisas importantíssimas relacionadas ao dólar:

1. é uma moeda mais forte que o real brasileiro;
2. é uma moeda mais estável do que o real brasileiro;
3. É mais fácil dar algum xabu no real brasileiro do que dar um xabu no dólar americano.

6. Dar atenção aos impostos

Patrimônio cresce, e o imposto que nós pagamos, além de representar um valor mais alto, também fica mais complexo.

7. Ter o seu próprio carro

8. Planejamento sucessório

Outra coisa muito importante, e que nem sempre todo mundo faz, é o chamado planejamento sucessório. A pessoa tem a ideia de juntar dinheiro, faz a economia, procura investir, e tem até rendimento na bolsa de valores… mas não planeja o “depois da morte”.

Poxa, uma vez que tenhamos uma certa quantia em vida, faz sentido que nós pensemos também nos nossos herdeiros, seja filho, esposa, neto, etc.

O problema é que muitas vezes isso é feito de forma não muito bem planejada, aí a herança é passada por inventário. E o processo de inventário é, por muitas vezes, um processo muito demorado, e também muito caro para os herdeiros. É super interessante evitarmos isso.

Uma das formas mais simples de evitar o inventário é a previdência privada. Com a previdência, basta você adicionar os beneficiários referentes a ela que, caso você acabar vindo a falecer, os beneficiários vão receber a herança num processo bem mais simples do que o inventário, já que vão receber de forma direta os valores.

#primorico #ficarrico #inteligencia

BLOG – http://oprimorico.com.br
YOUTUBE (inscrever-se) – http://bit.ly/1S6WMoM
FACEBOOK (curtir página) – https://www.facebook.com/oprimorico
TWITTER: https://twitter.com/thiagonigro
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/thiago.nigro/
PODCAST: https://soundcloud.com/thiagonigro

Inscrições abertas para a Mentoria do Mil ao Milhão 4.0: https://r.oprimorico.com.br/facasuamatricula

– – – – – Finclass – Aprenda finanças com os melhores do mundo: http://bit.ly/ytbcthiago_finclass

Canal do Whindersson: https://www.youtube.com/user/whinderssonnunes

Redes Sociais:
BLOG – http://oprimorico.com.br
YOUTUBE (inscrever-se) – http://bit.ly/1S6WMoM
FACEBOOK (curtir página) – https://www.facebook.com/oprimorico
TWITTER: https://twitter.com/thiagonigro
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/thiago.nigro/

Um dos maiores humoristas do Brasil,o whindersson nunes, após juntar bastante dinheiro e ter muito sucesso, decidiu também começar a investir. Bati um papo com ele, e além de falarmos de investimento, fomos muito além: batemos um papo muito legal sobre ganhar dinheiro, e como economizar, até mesmo para quem consegue bastante dinheiro.

Ai entendemos que, mais do que simplesmente ter o dinheiro, nós precisamos também pensar em o que fazer com ele. Whindersson mesmo disse que demorou um pouquinho pra fazer isso (disse que já chegou a ter mais de 15 carros, isso com apenas 23 anos). Ainda assim, o momento atual de sua vida agora é bem diferente: ele não é apenas rico, mas quer construir o seu patrimônio e sua riqueza de maneira sólida.

Para que consigamos fazer isso da forma correta, nada de investir em poupança: precisamos investir por meio de uma corretora de valores. Então, no vídeo de hoje o whindersson teve uma visão ” pobre vs rico ” mas de maneira diferente: ele pode ver a diferença que faz investir pela poupança quando comparado com, por exemplo, o tesouro direto e os outros investimentos de renda fixa.

E se você viu o vídeo até agora, já sabe, provavelmente, que o Whindersson decidiu justamente investir 50 mil reais. Será que ele conseguirá, com o futuro, chegar aos 1 milhão de reais?

Fizemos algumas projeções, e também fizemos escolhas, e pelo fato do Whindersson Nunes se entender mais como uma pessoa conservadora, os investimentos que nós fizemos foram pautados em ter um conservadorismo muito bem estruturado, e talvez um pouquinho de risco.

Não fizemos nenhum investimento para fundo de emergência porque o Whindersson já tinha esse investimento. Partimos, então, para outros tipos de investimento, como CDB, Tesouro Direto, LCI…

Agora, o restante, só vendo o vídeo pra entender melhor!