Tag

ipva

Browsing

Estão abertas as inscrições para a 20ª turma da Mentoria do Mil ao Milhão: https://r.oprimorico.com.br/9703942376

INVISTA NO FUNDO QUE RENDEU 131,7% DO CDI: https://r.oprimorico.com.br/17129714e6

BAIXE AGORA O RELATÓRIO COMPLETO SOBRE A REFORMA TRIBUTÁRIA NO BRASIL: https://spit.la/3Dcvk7D

QUANTO VOCÊ VAI PAGAR DE IMPOSTO AO LONGO DA VIDA: https://youtu.be/v-Qi11Pnim0

URGENTE: NOVA REFORMA TRIBUTÁRIA | VOCÊ VAI PAGAR MAIS IMPOSTO?

Na madrugada da sexta-feira, dia 7, a Câmara dos Deputados aprovou o texto-base da NOVA REFORMA TRIBUTÁRIA DO BRASIL

Parece que a gente vai ter uma série de mudanças:

– Tem imposto que vai acabar
– Tem imposto que vai diminuir
– Tem imposto que vai aumentar
– Tem imposto que vai ser ZERADO
– Tem empresas que vão se beneficiar e empresas que vão ter que pagar mais imposto

Enfim, muita coisa vai mudar

Mas antes da gente entrar afundo no que de fato vai acontecer com a nova reforma tributária e como tudo isso vai impactar o seu bolso, uma reflexão:

É consenso de todo mundo que o Brasil é um grande de um manicômio tributário e que a gente realmente precisa de uma reforma tributária – isso não existe dúvida e é um consenso de todo mundo

No Brasil, todo ano as empresas gastam R$ 180 bilhões de reais só com burocracia tributária. Pra estar com todos os impostos certinho, uma empresa precisa seguir com:

– 4.626 normas
– 51.945 artigos
– 121.033 parágrafos
– E 386.993 incisos.

Só pra vocês terem uma ideia, se a gente imprimir tudo isso, a quantidade de folhas ocuparia as pistas de ida e de volta da Avenida Paulista, de um extremo ao outro, e ainda sobraria papel. São 6,5 quilômetros de papel só pra ter o os impostos tudo certinho.

Então é consenso de todo mundo que uma reforma é importante e pode ajudar muita gente.

Agora vamos ao que interessa. Vamos dividir esse vídeo em 4 partes:

1. O QUE MUDOU COM A NOVA REFORMA?
2. PONTOS POSITIVOS
3. PONTOS NEGATIVOS
4. E MINHA OPINIÃO SOBRE A NOVA REFORMA TRIBUTÁRIA

Se você quer saber como tudo isso vai impactar o seu bolso e os seus investimentos – acompanha o vídeo 😉

#THIAGONIGRO #OPRIMORICO #PRIMORICO

Estão abertas as inscrições para a 20ª turma da Mentoria do Mil ao Milhão: https://r.oprimorico.com.br/9703942376

BAIXE O APP DA GRÃO E INVISTA NA PREVIDÊNCIA ARCA RENDA FIXA: https://link.grao.com.br/Xzgf

QUANTO DE IMPOSTO VOCÊ VAI PAGAR AO LONGO DA VIDA?

O brasileiro trabalha em média 149 dias no ano, ou 5 meses do ano, só pra ter dinheiro suficiente para pagar os seus impostos.

Só no ano de 2022 o governo arrecadou em impostos, taxas e contribuições pagas pelo seu bolso, mais de 2,8 TRILHÕES de reais.

Só que isso não é nenhuma novidade pra você.

– Que você tem um sócio de peso chamado “governo” e que fica com uma parte de tudo que você produz, você já sabe;
– Que você precisa trabalhar quase que metade do ano só pra pagar impostos, você já sabe;
– Que você paga todo ano trilhões e trilhões de reais em imposto e que sabe se lá pra onde vai esse dinheiro, você já sabe.

Mas… quanto que você de fato vai pagar em impostos ao longo da vida?

Essa é uma pergunta nada simples de ser respondida.

Primeiro porque cada pessoa vai ter:

– Um emprego diferente;
– Um salário diferente;
– Vai consumir produtos diferentes;
– Vai ter um número de filhos diferentes;
– Vai ter imóveis e veículos diferentes;
– Vai morar em lugares diferentes;

Ou seja, a realidade de um não se aplica à realidade de todos.

E segundo porque o Brasil é um grande de um “manicômio tributário”.

Além do fato do sistema tributário atual brasileiro ser extremamente complexo, o seu gerenciamento custa caro.

Existem estimativas de que todo ano as empresas brasileiras pagam mais de 1% do PIB só para fazer a gestão tributária – são bilhões e bilhões de reais jogados no ralo TODO SANTO ANO.

E o pior: vira e mexe, as regras mudam!

Em um ano você paga uma alíquota de imposto de 20% sobre a sua renda

Passado uns anos, a alíquota aumenta pra 27%, mas os impostos sobre o consumo diminuem

Passa um tempo e é cortado o ICMS da gasolina, mas isso faz aumentar o buraco nas contas públicas e o governo decide subir o IPVA

Passado mais um tempo, o governo decide cortar o IPVA, mas aumentar o imposto sobre a renda

Depois disso, o governo percebe que não foi uma decisão sensata, e diminui o imposto sobre a renda, mas aumenta o imposto sobre operações financeiras

No final das contas, vira uma bagunça.

Apesar de todas as milhares de variáveis que – de fato– mudam bastante a resposta para a pergunta desse vídeo – eu vou me arriscar e tentar respondê-la.

#THIAGONIGRO #OPRIMORICO #PRIMORICO

Inscrições abertas para a Mentoria do Mil ao Milhão 4.0: https://r.oprimorico.com.br/facasuamatricula

– – – – – Em tempos como os nossos, sabemos cada vez mais como os impostos podem pesar no nosso bolso e no nosso sucesso. (imposto de renda então…)

Mas e se eu te disser que é possível suavizar esse peso e, mais do que isso, é possível ganhar dinheiro com uma iniciativa do governo? Pois é! Com a Nota Fiscal Paulista (e cia) é possível!

A Nota Fiscal Paulista basicamente é um programa do governo, criado ainda lá em 2007, como um programa para combater a sonegação de impostos no Brasil.

Para os consumidores, os benefícios são:

1. Distribuição de até 30% do valor recolhido pelo estabelecimento comercial, proporcional ao valor da nota fiscal e a participação em sorteios.

Para os estabelecimentos comerciais:
1. Redução no tempo de guarda (armazenagem) dos documentos fiscais;
2. Dispensa de AIDF– Autorização para Impressão de Documentos Fiscais no caso de emissão exclusiva da Nota Fiscal On-line;

Por que o governo faz isso?

Para melhorar a arrecadação. Apesar do Programa devolver uma parte dos impostos ao contribuinte, num geral, o efeito desse combate a sonegação acaba sendo positivo para o governo, e positivo para quem não sonega.

Tenho algum o ônus?

Ônus, não exatamente, diria que mais para cuidados. Por exemplo, temos que estar cientes de que não dá pra saber exatamente o quanto de crédito a nota vai te retornar de imediato, pois, a porcentagem (aquela que vai até 7,5%) depende não apenas da sua compra, mas da compra dos demais usuários dentro do mesmo estabelecimento e também do próprio recolhimento de impostos feito pelo estabelecimento.

Também temos que entender que não se recebe os créditos imediatamente. A liberação são geralmente feitas em abril e em outubro.

Observação importante: quem tem algum tipo de obrigação com o Estado, por exemplo, uma obrigação tributária. Além disso, a Nota Paulista só pode ser geradas em compras feitas dentro de SP.

O governo vai saber tudo que faço? Então prefiro não pedir cpf na nota!!

A preocupação tem fundamento, mas a intenção do programa não é ficar de olho na compra dos consumidores, e sim no registro feito pelos estabelecimentos e empresas brasileiras. Por isso, o consumidor, quem está comprando, pode ficar, de certa forma, “tranquilo”, porque o que o governo quer é evitar a sonegação por parte do registro das empresas.

– todos os estabelecimentos têm que dar?

Todos os estabelecimentos COMERCIAIS, sim, desde que estejam localizados dentro do Estado de SP.

Eu posso dar o cpf de outra pessoa?

Não recomendável. É melhor fazer do jeito e, se porventura quiser transferir o valor do crédito para outra pessoa, faça isso utilizando o próprio sistema da Nota Fiscal Paulistana. Ao dar o CPF de outra pessoa para uma compra sua você está colocando uma compra sua no nome de outra pessoa, o que é errado, e pode sim te gerar alguns problemas futuros com o Estado de São Paulo ou até mesmo a receita federal, além de processos e demissões por justa causa.

No vídeo de hoje, eu solicitei a retirada dos meus créditos NA PRÁTICA! Assim, você conseguirá repetir o processo também em casa!

Redes Sociais:
BLOG – http://oprimorico.com.br
YOUTUBE (inscrever-se) – http://bit.ly/1S6WMoM
FACEBOOK (curtir página) – https://www.facebook.com/oprimorico
TWITTER: https://twitter.com/thiagonigro
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/thiago.nigro/
PODCAST: https://soundcloud.com/thiagonigro