Tag

como poupar

Browsing

ASSINE A FINCLASS COM 50% DE DESCONTO NO FINDAY: https://finc.ly/18d62d1718

PREÇO DOS ALIMENTOS VAI DOBRAR? | O QUE ESTÁ ACONTECENDO? 

E se eu falar pra vocês que um dos alimentos mais consumidos do Brasil chegou ao MAIOR PATAMAR DE PREÇOS DA HISTÓRIA. 

É meus amigos… cada vez que a gente vai no mercado é uma facada no nosso bolso. 

Parece que de uns 4/5 anos pra cá o preço dos alimentos não parou de subir. Toda hora você vai no mercado e gasta mais e mais dinheiro. 

Por isso, no vídeo de hoje nós vamos ver:

– O que está acontecendo com o preço dos alimentos 
– Quais os alimentos que mais subiram no mercado 
– E porque o mercado está tão caro 

1. O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O PREÇO DOS ALIMENTOS NOS MERCADOS?
 
Tem saído várias notícias falando sobre o preço do arroz e do feijão estarem subindo. 

Aliás, tem notícia falando que o preço do arroz (pacote de 5kg) superou os patamares de R$ 25.

Beleza, o pacote de 5kg de arroz tá R$ 25. Agora, se você pegar um panfleto de mercado de 2000, você vai se deparar com uma coisa muito interessante…
 
– O preço do pacote do arroz (5kg) era R$ 3,19. Hoje, R$ 25 
– A gente tá falando que o preço do arroz (de 2000 pra cá) multiplicou quase 8 vezes

Mas calma lá! Tem gente que usa de argumento: “nossa, tá vendo como a gente pagava mais barato antes”. Não necessariamente… explico: 

– Preço do arroz (2000): R$ 3,19 
– Preço do arroz (2024): R$ 25,80 

Logo, o preço do arroz subiu 8,1 vezes. Porém…

– Salário-mínimo (2000): R$ 151 
– Salário-mínimo (2024): R$ 1.412  

Logo, o salário mínimo subiu 9,35 vezes.

O salário-mínimo hoje tem mais poder de compra do que o mesmo salário em 2000. 

Então nós precisamos entender 3 coisas:
1. Será que o preço dos alimentos realmente subiu (precisamos olhar dados reais) 
2. O que aconteceu no Brasil (ou no mundo) para fazer o preço dos alimentos subir 
3. E o que podemos fazer pra contornar essa situação da melhor maneira possível 

Se você quer entender um pouco mais sobre tudo isso, assiste o vídeo até o final. Certeza que vai te ajudar, de alguma forma, a economizar mais e fazer sobrar mais dinheiro no seu bolso 🙂

PREÇO DOS ALIMENTOS VAI DOBRAR? | O QUE ESTÁ ACONTECENDO? 

#THIAGONIGRO #OPRIMORICO

– Assine as cartas do primo GRATUITAMENTE: http://bit.ly/cartas-do-primo-YT

Para fazer parte da minha nova turma do curso de investimentos: http://bit.ly/lista-vip-yout1

Acesse o link para comprar o meu livro: https://amzn.to/2RvykG7

Vamos ser francos: você vai continuar pobre em 2019. As metas que você estabeleceu para a sua economia e para as finanças de casa não vão acontecer como você esperava.

É início de ano, e provavelmente você já ta fazendo parte do efeito sete ondinhas: fez um monte de promessas no começo do ano, promessas que você faz TODO ano, mas nunca cumpre.

A dieta? Começou, mas vc já ta louco pra comer um hambúrguer bem gordo e parar com essa porcaria logo.

Você quer começar a ler, disse que vai se comprometer com isso, mas ta chegando em casa cansado e no fim sempre pula a leitura pro dia seguinte.

Você quer ter uma vida de riqueza, mas continua fazendo do dinheiro o seu mestre. Continua se endividando e trabalhando pra pagar as suas dívidas ao invés de fazer os juros compostos te darem lucro.

Você disse que vai começar o ano investindo pra longo prazo, mas já tá com medo do que pode acontecer e, na primeira oscilação, vai retirar o dinheiro da bolsa.

Sim, não adianta. Sabemos, eu e todos vocês que estão assistindo esse vídeo, que muitos de vocês fizeram promessas que uma hora ou outra vão deixar de cumprir.

Reconhecer isso é o primeiro passo. O segundo é o que eu proponho você a dar nesse instante: assista esse vídeo. Ele vai te ajudar a fazer com que 2019 não seja só mais um ano de promessas não cumpridas, como todos os outros.

– O problema do elástico: nós prometemos muitas mudanças, mas não criamos o real comprometimento necessário para construir um hábito.

– Hábito é construído por meio da repetição (até se tornar permanente), e não pode ser negligenciado antes de ser construído.

– O problema do monociclo: as pessoas tentam construir um hábito, mas enquanto se negligenciam. É a desculpa do “equilíbrio”: quero construir um hábito de fazer exercícios todos os dias, mas para começar, só de segunda e quinta. Não vai conseguir. Um hábito é dificilmente construído dessa forma.

– Você tá aqui porque, provavelmente, quer começar a investir melhor o seu dinheiro pra poder conquistar seus sonhos.

– O problema do estoque: enriquecimento por meio de investimentos não acontece sem hábito. Não é investir 1 vez e esperar render que tá bom. Você tem que fazer com que os seus investimentos sempre tenham um fluxo entrando. Quem enriquece e consegue um patrimônio grande investindo é porque criou o HÁBITO de investir todos os meses. O fluxo de caixa é essencial.

– Quem aporta 1k por mês em um investimento de 6,4% ao ano, com um investimento inicial de R$10.000, termina 20 anos com R$508.834,82 de patrimônio. Quem faz o mesmo investimento, mas sem aportar nada no mês, com um investimento inicial de R$50.000, termina 20 anos com R$172.903,01.

– Entenda: o poder está no aporte continuo durante o tempo. Nem se a taxa fosse para 12% no segundo caso seria suficiente (daria R$482.314,65).

– Por isso, você tem que entender AGORA: quer investir? Quer alcançar seus sonhos? Quer parar de fazer promessa ao vento? Se comprometa com o hábito AGORA.

– Fez isso? Beleza. Você deu o primeiro passo. Mas tem mais passos a serem dados.

– A construção do hábito é o incentivo que você tem. Mas o hábito é como um carro: pode te levar ao lugar que vc quiser, mas é sempre você quem dirige. Ele pode te levar a bons hábitos ou hábitos ruins. Usar do seu hábito pra investir em poupança, por exemplo, é fazer mal uso do hábito.

– Para quem quer enriquecer, o passo é simples: criar um fundo de emergência (que eu ensino como fazer no link aqui em cima) e mais uma coisa: investir em ações e fundos imobiliários para o longo prazo.

– Enquanto poupança retornou 0,25% a.m. desde 1995 e Selic retornou 0,75% a.m., vale retornou 0,84% a.m. e Lojas Americanas 1,15% a.m. Mas, só quem aproveitou tudo isso foi quem investiu em 1995 e continuou investindo até hoje.

– Mas, você não pode seguir a manada. Não vá investindo em Lojas Americanas só porque eu disse isso, e nem vá na ideia de ficar escolhendo as “empresas do momento”. Aproveitou quem soube analisar e escolher a empresa em 1995, assim como muitas outras que foram muito bens no período, como Itaúsa (1,40% a.m.), Ambev (1,33% a.m.), etc.

– Tudo pode parecer difícil agora, mas é possível. Talvez você não entenda ainda perfeitamente como investir em ações, e tá tudo bem. O que importa é o que eu disse no começo do vídeo: o reconhecimento e ter a ciência de onde você se encontra no momento já é uma conquista muito boa. Você tem a possibilidade de progredir e sabe o que você precisa fazer. O que te falta é agir.

– Reclamar também que as escolhas não foram as melhores possíveis não ajuda. Reclamar que você não tem o conhecimento suficiente hoje e por isso não vai investir também não vai te ajudar.

Inscrições abertas para a Mentoria do Mil ao Milhão 4.0: https://r.oprimorico.com.br/facasuamatricula

– – – – – Use o cupom do Primo no Clube Wine para ter 50% off: THIAGONIGRO

Clique aqui acessar o site da wine e conferir todas as modalidades do clube wine (lembrando que o desconto será nos primeiros 2 meses): http://bit.ly/primo-wine-YT

Existe uma conta que ninguém faz ao assinar qualquer tipo de serviço de produto.

Talvez você nunca tenha sentido a falta dela, mas acredite: ela faz MUITA falta na economia (e até, de certa forma, pra ganhar dinheiro). É uma conta que deveriamos fazer, inclusive, não só para assinaturas, mas também para qualquer coisa que envolva custo-oportunidade.

Isso se aplica pra assinaturas, pra compras no supermercado, pra investir em renda fixa, pra investir na bolsa… pra TUDO.

Mas antes dela, temos uma coisa: o método QP2A.

O método QP2A é simples:

Emoção – Quero/Agora?/Posso?/Caro?/S ou N
Razão – Preciso/Agora?/Posso?/S ou N

Só que, quando falamos de assinatura, nós sempre envolvemos algum desconto. Isso reflete muito principalmente na ideia de “caro”, porque se algo está barato ou caro é uma coisa relativa. Entender isso é entender como economizar.

E aqui eu tenho uma experiência muito bacana com vinhos:

Eu tinha um problema que, sempre que eu ia na casa de um amigo, eu comprava o mesmo vinho. Isso era complicado, porque nós ficamos na mesmice.

Isso acontecia porque apesar de eu entender bastante de educação financeira, eu não entendo nada de vinhos.

Eu acabava perdendo muito tempo escolhendo vinhos novos, ou simplesmente ia pelo velho que dava certo, mas acabava pagando caro por isso, porque na minha cabeça era “vinho caro = vinho bom”.

E a grande sacada do cálculo que ninguém faz é que ninguém calcula o quanto custa a sua hora.

Por exemplo, se você trabalha 10 horas por dia durante 22 dias úteis, isso dá 220 horas por mês.

Se você ganha R$3,000, a sua hora vai dar R$13,63 por horas.

Ao fazer isso, eu percebi que eu perdia muito tempo escolhendo vinho: cerca de 3 horas da minha vida.

Foi por isso, por exemplo, que eu decidi assinar a wine.

Com eles, como eu recebo tudo em casa e ainda recebo todo mês novos vinhos, eu além de ter um ganho no tempo, eu ganhei em experiência, porque passei a ter experiências novas que antes eu não tinha.

Isso, pra mim, fez o serviço deles valer a pena o custo.

E vale citar que apesar da wine ser um ótimo exemplo, isso também não acontece só com ela.

Assinaturas com academia, por exemplo, seguem a mesma dinâmica. O fato de eu ter a possibilidade de escolher a academia que eu quiser (já que existem clubes de assinatura que permitem isso), eu não preciso ficar mais preso num só lugar e consigo ter uma dinâmica que me economiza tempo.

Com tempo economizado, consigo economizar dinheiro, e até mais do que isso, evito desperdício de dinheiro.

Isso sim pra mim é agregar valor.

Redes Sociais:
BLOG – http://oprimorico.com.br
YOUTUBE (inscrever-se) – http://bit.ly/1S6WMoM
FACEBOOK (curtir página) – https://www.facebook.com/oprimorico
TWITTER: https://twitter.com/thiagonigro
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/thiago.nigro/

Inscrições abertas para a Mentoria do Mil ao Milhão 4.0: https://r.oprimorico.com.br/facasuamatricula

– – – – – Canal da Flávia Ferrari: https://www.youtube.com/user/decoracasas

Clique aqui para se inscrever na lista VIP do meu curso: http://bit.ly/lista-vip-yout
Acesse o link para comprar o meu livro: https://amzn.to/2RvykG7

1) Não vá ao mercado com fome

Talvez ai uma dica já conhecida pela dona de casa (ou pelo dono de casa), não é NADA interessante você ir ao mercado com fome. Você acaba se interessando por mais coisas do que devia, e, quando você vê, já fez bem mais comprinhas do que deveria.

2) Vá ao mercado sem pressa

Quando você vai com o tempo limitado, você acaba tendendo a comprar as primeiras coisas que você vê, e não aquelas que você fez um planejamento para comprar.

3) Olhe em todas as prateleiras, de cima a baixo

Truque velho de supermercado. Geralmente os produtos que dão mais margem ao supermercado ficam destacados na sua visão, enquanto que os que não dão tanta margem/são mais baratos acabam ficando nos extremos da prateleira. Uma organização do supermercado que você pode se preparar! Basta educação financeira.

4) Faça uma lista de compras

Aqui a ideia é simples: Organização. Sabemos que ela serve pra tudo, e aqui não é diferente. Se quisermos economizar no mercado, temos que estar preparados para tal. Inclusive, se você conseguir aceitar o desafio, é interessante até mesmo se organizar pela ordem de “chegada” nas prateleiras do supermercado, assim você economiza tempo e não corre o risco de acabar comprando algo que não estava previsto.

5) Não passe por prateleiras desnecessárias

Essa dica se conecta com a anterior. Ao passar por prateleiras desnecessárias, você pode acabar tendo gastos desnecessários.

6) Faça compras para um período maior de tempo

Ao fazer isso, além de você permitir um planejamento mais apurado, você consegue também fazer com que o poder das unidades ao seu favor. Logo, ao poder comprar mais unidades, você também consegue se aproveitar de promoções e outros tipos de vantagens com produtos não perecíveis. Só tome cuidado com os perecíveis!

7) Olhe as prateleiras das promoções

Uma dica que se auto explica. Na prateleira de promoções, apesar dos produtos geralmente estarem próximos do vencimento, você ainda assim consegue uma boa economia, basta perder a vergonha de comprar produtos quase vencidos! E, claro, basta também lembrar que ele está perto de vencer e não permitir com que ele saia do prazo de validade facilmente.

Redes Sociais:
BLOG – http://oprimorico.com.br
YOUTUBE (inscrever-se) – http://bit.ly/1S6WMoM
FACEBOOK (curtir página) – https://www.facebook.com/oprimorico
TWITTER: https://twitter.com/thiagonigro
INSTAGRAM: https://www.instagram.com/thiago.nigro/
PODCAST: https://soundcloud.com/thiagonigro